Trajetória de uma vida, cheia de Sonhos e Buscas

Trajetória de uma vida, cheia de Sonhos e Buscas

Falar de si nem sempre é fácil, poderia dizer que somos muitas facetas em diversos momentos sem perdemos a essência de nós mesmos. Qualquer ser humano seja homem ou mulher, pai ou mãe, filho ou filha, amigo ou amiga, marido ou esposa, buscam em si e/ou nos outros um sentido para tudo que fazem, constrói e partilha, tropeça e levanta, seguindo em frente respeitando cada um como único ou não? Durante seu processo de desenvolvimento.

Poderia começar dizendo que o saber esteve presente em diversas etapas da minha vida e, seja ele em qualquer uma das áreas. Os novos estudos precisavam dizer-me algo no que buscava como projeto e crescimento, tanto profissional como pessoal.

Minha primeira graduação foi em Contabilidade, posteriormente Pedagogia empresarial e, algumas especializações como Pós-graduação em psicopedagogia, MBA em Gestão empresarial, Formação em Coaching, e, atualmente estudante de filosofia clínica.

A minha carreira profissional, na maior parte foi e continua sendo dentro da área comercial, executiva em grandes empresas multinacionais, sempre com objetivos claros, metas, resultados, planos de ações, equipe de alta performance e diversificada, desafios e mais desafios, etc.

Desconhecia os estudos da Filosofia Clínica e, aos poucos fui tomando conhecimento até que surgiu a ocasião de sermos apresentadas, rsrs… Ouvindo como a pessoa falava, relatando fragmentos do curso, algo aparentemente simples e ao mesmo tempo muito profundo, fazendo todo sentido naquele momento e, abrindo-se uma nova possibilidade de mudança, diferente de tudo que vivi até hoje.

Fiquei literalmente encantada e, naquele mesmo dia fui buscar informações. Logo em seguida estava matriculada no curso de Filosofia Clínica. Cada aula, um novo aprendizado e mais empolgada com tudo que descobria de novo. No meio desses novos conhecimentos quebraram-se alguns paradigmas, também senti que há espaço para desenvolver tarefas com algum ingrediente mais humano principalmente dentro das grandes organizações. Onde neste contexto os critérios são seletivos e cruéis dando poucas chances aos profissionais de superarem as dificuldades encontradas durante o trajeto e conseguirem trabalhar melhor sob pressão o tempo todo e sempre focados em resultados mensuráveis.

Iniciei meus estudos fazem dois anos e, atualmente várias mudanças fizeram e fazem parte do meu cotidiano, visíveis alguns e sutis a tantos outros. Quando optamos por uma virada, seja pensando no bem estar, mudança de carreira, qualificação, considerando a nossa decisão o sucesso e o crescimento do indivíduo é perceptível além da satisfação de algo realizado pelas nossas escolhas.

Escutar, criar, construir foi outro grande ensinamento, maravilhoso, belíssimo, permite que o outro participe de fato, principalmente quando exercemos este poder de saber ouvir, ouvimos a nós mesmos, ouvimos os movimentos do todo e, de como iremos continuar, de como iremos juntos atingir patamares elevados respeitando o tempo e espaço de cada integrante.

Buscar novas oportunidades pode acontecer em qualquer momento. Mudar ou não, decisão única de cada um? Possível a todos ou alguns? E você?

Obrigada por ter compartilhado a minha experiência inicial nesta área de conhecimento, em pleno processo de mudanças e, feliz por ter conhecido a Filosofia Clínica e seu mundo de aprendizado.

Renice Cortezi – Porto Alegre

Facebook
Instagram
WhatsApp chat